Como ser um amigo

Por Brent Barnett

Amigo é um termo muito usado. Por exemplo, um locutor desportivo recebe sempre todos os seus espectadores chamando-lhes amigos. O Facebook chama amigo a qualquer antigo colega de escola ou associado. Amigo pode significar muito, ou pode significar pouco. Pode ser apenas uma pessoa que conhecemos casualmente, ou poderá ter até uma conotação muito mais profunda, talvez até um vínculo tão profundo como o da família. Então, como é que uma amizade se desenvolve? O que é que faz durar uma amizade? O que é que os amigos devem fazer um pelo outro? A Bíblia é clara ao considerar um amigo como mais do que apenas uma pessoa cujo nome conhecemos. Ser amigo é realmente cuidar de alguém e abrir as nossas vidas para alguém. Um amigo é mais do que o ideal do mundo de um amigo com quem se bebe ou a pessoa ao lado de quem almoçamos no trabalho ou na escola. Um amigo é um relacionamento valioso, um vínculo significativo e um presente na vida. Portanto, vamos observar os mandamentos das Escrituras para que possamos ser melhores amigos para as pessoas que Deus ordenou graciosamente que cruzassem os nossos caminhos na vida.

# 1 Um amigo ama em todos os momentos, mesmo quando os tempos são difíceis. Provérbios 17:17 diz: " Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão.”

Quando Job passou por provações e tribulações, ele percebeu que os seus amigos não eram o que ele poderia ter pensado. Jó 6:14 diz: "Ao que está aflito devia o amigo mostrar compaixão, ainda ao que deixasse o temor do Todo-Poderoso.”

Os amigos de Jó repreenderam-no, julgaram-no erradamente e procuraram tirar partido do seu desespero. Jó 6:27 diz: "Mas antes lançais sortes sobre o órfão; e cavais uma cova para o amigo.”  Jó reconheceu que os seus amigos tinham uma visão desdenhosa dele, pensando nele como uma piada (Jó 12: 4). Eles haviam apreciado e valorizado a sua companhia e associação quando ele era exaltado na sua comunidade e possuía a maior riqueza de toda aquela área. Contudo, agora que a sua condição era lamentável, deitado sobre as suas próprias feridas e tendo perdido quase tudo, estavam prontos a criticá-lo porque estavam interessados ​​em fazer-se parecer melhores que ele. Eles não o amaram sempre, e não foram amigos verdadeiros porque a adversidade de Jó pôs a descoberto os seus motivos superficiais e egoístas.

Um amigo verdadeiro não abandona o seu amigo em tempo de necessidade e, em tempo de prosperidade, não é na prosperidade que assenta a amizade. Como diz em Provérbios 19: 4: "As riquezas granjeiam muitos amigos, mas ao pobre, o seu próprio amigo o deixa.” As pessoas são naturalmente atraídas por relacionamentos através dos quais possam ganhar alguma vantagem pessoal, como dinheiro, notoriedade, oportunidade de subir na sociedade, etc. Mas quando há problemas é que concluimos sobre quem são nossos verdadeiros amigos. Aqueles que realmente e verdadeiramente se preocupam connosco serão conhecidos, porque nos amarão, mesmo que não haja nada a ganhar para si mesmos. Um amigo ama em todos os momentos, não apenas quando é fácil ou tendo em vista algum ganho para si próprio.

# 2 Um amigo está disposto a falar a verdade, mesmo que não desejemos ouvi-la. Em Provérbios 27: 6 diz: "Fiéis são as feridas feitas pelo que ama, mas são os beijos do que aborrece são enganosos". Aqueles que nos desprezam ferirão os nossos ouvidos porque não estão interessados ​​no nosso bem-estar. No entanto, um verdadeiro amigo informar-nos-á quando estivermos em perigo ou quando estivermos prestes a tomar uma má decisão. Enfrentar-nos-á quando tivermos pecado em nossas vidas, não porque deseja parecer melhor do que nós, mas porque se preocupa com o nosso bem-estar. As suas exortações são vitais, mesmo que nos firam inicialmente. Muito melhor é isso do que nos ser dito que estamos a ir bem quando estamos a caminhar para a nossa própria destruição. Os amigos têm amor suficiente nos seus corações para se dispôr a arriscar o relacionamento, se isso significar que poderão salvar o seu amigo. Jesus não deixou de comer e de beber com os pecadores, mas usou essa oportunidade para compartilhar sobre o reino de Deus. Ele importou-se com eles o suficiente para dizer o que precisava de ser dito, mesmo que lhe custasse os relacionamentos. Isso é um verdadeiro amigo (Mateus 11:19).

# 3 Um amigo é uma fonte de conselhos sábios e piedosos. Provérbios 27: 9 diz: O óleo e o perfume alegram o coração; assim o faz a doçura do amigo pelo conselho cordial.". Quando uma pessoa evita dar-nos um conselho ou tem o hábito de dar maus conselhos, essa pessoa não é muito amiga. As suas palavras podem ser interessantes e seu discurso divertido, mas se não têm a sabedoria de Deus e o amor de Deus, precisamos de discernir quando nos dizem que tracemos um determinado curso de ação. Um verdadeiro amigo conhece Deus e deseja a Sua sabedoria antes de abrir a boca. Um verdadeiro amigo está lá para nós quando precisamos de direção ou encorajamento, e representa calma e cura para a alma. Sem a Palavra de Deus e a sabedoria, a amizade e o conselho de um amigo não podem ser tão profundos. Mas com o vínculo comum da Escritura e a intimidade compartilhada do Espírito Santo, o conselho piedoso é um dos muitos benefícios da amizade. É uma bênção ouvir o conselho de alguém quando sabemos que ama o Senhor, conhece a Sua Palavra e tem o nosso melhor interesse em mente.

# 4 Um amigo é leal até ao fim. Provérbios 27: 10a diz: "Não deixes o teu amigo, nem o amigo de teu pai;” (Provérbios 27:10)  A confiança é algo que é construído ao longo do tempo. É uma ponte entre as pessoas, umacorda salva-vidas, se necessário. Alguns conhecem muitas pessoas, mas no dia da adversidade, todos caiem. Por outro lado, alguns são afortunados o suficiente para ter um amigo leal, um que estará lá até ao fim, mesmo ao longo de gerações. Provérbios 18:24 (NVI) diz: "Quem tem muitos amigos pode chegar à ruína, mas existe amigo mais apegado que um irmão." Às vezes, a família faz-nos sentir como órfãos, mas às vezes um amigo é como uma família. Um amigo não é amigo se tememos que uma faca seja espetada nas nossas costas. Um amigo é um amigo que nos defenderá e nos protegerá até ao fim. Se não há confiança real, existe realmente uma amizade?

# 5 Um amigo, no seu sentido mais complete, primeiro requer a amizade com Cristo. João 15: 14-15 diz: "Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer.” João 15:14,15"Cristo é aberto, transparente, vulnerável e pessoal com os Seus discípulos, porque Ele os ama. Ele não guarda o que o Pai lhe disse em privado, mas Ele revela aos Seus discípulos, Seus amigos. O facto de eles serem Dele, o que é comprovado pela sua obediência a Ele, permite que Cristo seja íntimo com eles em termos de compartilhar com eles acerca do Pai. Pode acontecer uma conexão profunda por causa do vínculo partilhado entre aqueles que nasceram de novo como irmãos e irmãs de Cristo, herdeiros comuns do reino, com Ele. Não somos parceiros de negócios distantes com Cristo, de modo que precisemos de guardar segredos e manter o ás na nossa manga. Em vez disso, há uma sensação de segurança, intimidade e confiança compartilhada no trabalho redentor de Deus. Esta é a base que subjaz à amizade na sua forma mais verdadeira, profunda e plena. Através do amor de Cristo por nós e da nossa amizade com Ele, aprendemos a amar, a ser um amigo e a desenvolver prioridades que são corretas, verdadeiras e boas e que formam a base do que nos impulsiona na vida. Uma amizade só pode ir tão longe se a sua base final for a cerveja, o futebol, a caça, as compras, o bingo, etc. Mas se Cristo é o ponto de ancoragem, o exemplo final de um Amigo, então nós também podemos aprender a ser amigos à medida que imitamos o Seu amor desinteressado, a Sua compaixão, a Sua capacidade de simpatizar e entender, e Sua total e total confiabilidade. Sem Cristo, por que devemos confiar em alguém ou esperar que eles sejam amigos em todos os momentos? Não há nada como ir à batalha pelo Senhor, sabendo que mais alguém está na luta contigo, pronto para ajudar se tropeçares, pronto para enfrentar o mal contigo, e alguém que sempre cobriu/protegeu as tuas costas.

“Fromwww.relevantbibleteaching.com by Brent Barnett”