Excerto do Prefácio à Edição em Português

Para que a família e a sociedade beneficiem com homens transformados pelo poder de Deus, é necessário que a igreja invista neles, desde logo, seleccionando aqueles em quem se reconhecem capacidades de liderança e paixão pelo desenvolvimento de um ministério desta natureza. Depois, deverão colocar à disposição dos líderes indicados os recursos adequados para a prossecução do fim em vista, que é trazer Cristo ao coração dos homens, levando-os a assumir um compromisso sério com Deus.

Não basta ter eventos que congreguem um número significativo de homens, como aconteceu recentemente em Portugal, onde se juntaram cerca de 250 homens para escutar a Palavra de Deus, desfrutar de um tempo de adoração e diversão, ajuntamento que veio contrariar a ideia de que os homens estão pouco receptivos às questões espirituais. Acreditamos que há uma fome e uma sede espiritual, um desejo de servir a família e a comunidade de acordo com os parâmetros de Deus, e a igreja pode e deve cumprir esse papel.

O meu desejo é ver acontecer no nosso país aquilo que já se verifica noutras partes do mundo, o eclodir de ministérios frutíferos e bem-sucedidos entre os homens das nossas comunidades cristãs, liderados por dirigentes empenhados em descobrir, para melhor servir, o porquê de um ministério de homens e como implementá-lo com sucesso. Líderes que tenham o mesmo sentimento que teve John Wesley, quando disse: “Se eu tivesse 300 homens que nada temessem senão a Deus e nada mais odiassem senão o pecado e se determinassem e nada mais nada conhecer entre os homens senão a Cristo crucificado, eu conseguiria pôr o mundo em chamas.”

Dado o meu envolvimento no Homem Hoje Online, porque acredito que Deus deseja levantar um exército de homens comprometidos com o ideal do Evangelho, que desejam fazer a diferença na sua igreja local, no seio da família e na comunidade, e por se tratar de uma ferramenta indispensável de trabalho que vem colmatar uma necessidade, é com enorme satisfação que apresento e recomendo vivamente a leitura do livro Porquê Ministrar a Homens?

Os homens gostam de desafios, metas a alcançar. São, por natureza, propensos a enfrentar desafios que envolvam graus de dificuldade de natureza elevada, a lutar por ideais, a alcançar patamares de realização que requerem deles destreza e ambição. Contudo, esses homens estão à espera de uma liderança que os desafie e capacite para desenvolver as suas aptidões, de modo a alcançar outros homens. E já não será por falta de recursos que não teremos êxito no ministério. Os recursos existem e esperam apenas a disposição para os aplicar.

Este é um livro que deve ser lido por quem aspira construir um ministério para homens, ou até liderar um pequeno grupo na igreja local, particularmente pelos Pastores, já que são eles o motor de toda e qualquer iniciativa que ocorra na igreja.

Uma boa leitura!

Abel Tomé

 

COSTUMA-SE DIZER "como estiver a família, assim estará o país".

Os governos têm investido biliões de dólares em programas que alcançam as crianças fora de casa. Contudo, esses programas têm um efeito limitado. A unidade familiar está sob ataque e, em muitos casos, mostra-se fragmentada e sem propósito. As estatísticas parecem indicar que um dos principais motivos para isso é a falta de uma liderança adequada no lar. Talvez devesse dizer-se: "Como for o marido e o pai, assim irá a família, assim irá a igreja e assim irá o país." Se a igreja for o termómetro espiritual de um país, então precisa de voltar a sua atenção para as circunstâncias em que está a família e a liderança dela. A igreja deve focar-se no desenvolvimento de maridos e pais eficazes. Programas sociais governamentais nunca serão capazes de captar os corações dos homens e ensiná-los a tomar-se líderes responsáveis nos seus lares. Esta é a maior oportunidade e o maior desafio para a igreja. Infelizmente, a maioria das igrejas locais não sabem como discipular homens, levando-os a ser líderes produtivos. O processo normal, em muitas igrejas, é o de que um homem seja salvo e se lhe dê uma posição no ministério antes de ele estar pronto. Ele deve ser ensinado a liderar o seu lar antes que possa fazer parte da liderança da igreja de forma bem-sucedida. A igreja tem a responsabilidade de ensinar os homens a ser líderes espirituais. Existe uma necessidade óbvia de promover o desenvolvimento dos homens nas suas vidas pessoais, no seu compromisso para com Deus, as suas famílias e as suas igrejas. No entanto, estudos têm revelado que apenas uma pequena percentagem de homens irá mudar através da partilha e da recepção de informação, como normalmente ocorre num culto na igreja. E alguns homens nunca irão mudar, independentemente do que se tente fazer por eles. No entanto, a maioria dos homens irão ter as mudanças necessárias nas suas vidas ao experimentar uma relação íntima com Deus e com outros homens cristãos. Esses mesmos estudos têm também mostrado que, em média, o homem que frequenta a igreja não tem ou tem poucos amigos próximos cristãos, com quem se possa relacionar, compartilhar e aprender. A igreja deve fornecer os meios para que os homens possam aprender a ser homens de Deus, a fim de ajudá-los a transformar os seus corações de volta a Ele, às suas esposas, aos seus filhos, às suas igrejas e aos perdidos (Lucas 14: 25-35). Temos potencial para ver o maior avivamento que o mundo já conheceu. O Espírito de Deus está a varrer este mundo, em busca de homens com quem Ele possa contar para ficar na brecha (Ezequiel 22 :30). Ao longo da história, os avivamentos agitaram o povo de Deus. Foram avivamentos provocados pela oração, o arrependimento, a humildade, a pregação da Palavra, a santidade, o serviço cristão e a salvação dos perdidos. Estes avivamentos trouxeram grande mudança espiritual e sociológica. Foram fundamentais na definição de uma direcção para a cultura, o direito, a educação, os negócios, a ética e - acima de tudo - a moralidade e a integridade pessoal. A igreja e a devoção a Deus tomaram-se fundamentais na família, na igreja e na comunidade. O mundo está a experimentar um avivamento entre os homens. Este movimento dinâmico de Deus não se limita a um país; está a engolir muitas nações. Um sopro fresco do Espírito Santo está a alimentar esse movimento. O Espírito de Deus é derramado. Deus deseja converter os corações dos homens de volta a Ele. O resultado disso está a sentir-se no lar, entre maridos e esposas, pais e filhos. O Senhor está a dar aos homens uma nova oportunidade de ser homens comprometidos com Ele, com as suas famílias e com as suas igrejas.

Três perguntas cruciais

1. Por que é que eu preciso de um ministério de homens?

2. O que é um ministério de homens?

3. Como é que eu faço para levar por diante um ministério de homens?

 

Excerto do livro "Porquê Ministrar a Homens?", por Dr. Dan Erickson com Rex Tignor. Usado com permissão.

Poderá adquirir este livro preenchendo o formulário com os seus dados e efectuando a transferência  de 4€ para o IBAN PT50 0036 0252 9910 0042 8267 9.  Envie-nos o comprovativo para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e teremos todo o gosto em enviar-lhe o acesso a esta publicação. O valor indicado já inclui portes de envio.

Required *