Sete perguntas ao responsável

HH • Homens ADSL, o que significa?

ADSL é a sigla de Assembleia de Deus Sacavém/Loures, a qual se tornou o elemento comum e identificativo dos vários ministérios que a nossa igreja desenvolve. Homens ADSL nasce precisamente dessa conjugação entre o ministério focado exclusivamente no género masculino e a referida sigla.

HH • Como e porque surgiu a ideia de implementar este ministério localmente? Francamente, como reação, porque entre os grupos constituintes da igreja o género masculino nunca havia sido considerado especificamente como alvo de um trabalho inteiramente nele focado. Tínhamos trabalho próprio para mulheres, jovens, adolescentes, terceira idade e até para comunidades étnicas, mas os homens eram sempre esquecidos. Então, isso criou urna reação conjunta e crescente entre a comunidade masculina, o que redundou no estabelecimento do ministério de homens na nossa igreja.

HH • Em que medida é que a igreja local beneficia com um ministério direcionado para os homens? Penso que, acima de tudo, num reforço muito sólido das amizades sadias e benéficas entre homens e isso redunda num ambiente propício à partilha de experiências vivenciais comuns à masculinidade apresentadas em contexto comunicativo masculino. Os homens comunicam entre si de forma peculiar. Haver um espaço, na igreja, onde os homens podem ser simplesmente homens, sem terem que carregar as posturas inerentes às variadíssimas fun- ções em que estão envolvidos, tem sido beneficamente catártico e perspético para a nossa condição masculina.

HH • Que actividades desenvolvem? Regularmente, organizamos pequenos-almoços que servem de pretexto para urna boa conversa multitemática durante a refeição e depois temos um momento de reflexão bíblica onde procuramos exemplos práticos de vida relevantes para a masculinidade.

HH • Que assuntos tratam/estudam? Temos tentado ser o mais práticos e funcionais possível. Temos abordado, acima de tudo, a relevância da vinculação da identidade masculina, nos aspetos das características peculiares do género masculino, do papel do homem na família, da responsabilidade de ser homem, da sexualidade, da genuinidade/hipocrisia.

HH • Qual é a periodicidade dos vossos encontros? As nossas reuniões são mensais

HH • Projectos para o futuro? Continuar e consolidar e desenvolver a vertente evangelística.

Por Humberto Carvalheiro Pastor