Um guia prático para a masculinidade cristã.

“A masculinidade está em crise. É essa percepção de que os homens têm cuidado tão mal da própria masculinidade não foi vislumbrada de repente. É resultado de um movimento sorrateiro, uma descaracterização que cresce ano após ano. Se nos primórdios os garotos eram ensinados por integrantes de sua aldeia em rituais que marcavam a transição de uma fase de menino para homem, no século presente os meninos sofrem (sem saber) com os ruídos do ensino-aprendizado que vão deturpando sua compreensão do que seja de facto um homem.”

No prefácio, Russell Shedd, Teólogo, pastor e escritor, diz: “Pensei mais de uma vez em como seria bom se todos os pais e maridos pudessem ler este livro e levar a sério seus conselhos. Quantos conflitos e divórcios teriam sido evitados! Quantos chefes de indústria e escritório estariam orgulhosos de seus empregados. Quantas esposas estaria elogiando seus maridos. Quantos filhos teriam sido preparados para o próprio casamento e para a tarefa árdua de criar filhos responsáveis”!

O livro está dividido em oito capítulos, a saber: O homem consigo mesmo, o homem e seus grupos, o homem e seu trabalho, o homem e sua mulher, o homem e sua família, entre outros. No capítulo, O homem e sua família, o autor enfatiza o relacionamento entre o homem pai e seus filhos, quando o pai é ausente, pais que irritam os filhos, educação incorrecta, etc. O livro termina enfatizando a importância do relacionamento entre o homem e o seu pai. “Ainda que ele não seja , ou não tenha sido uma boa referência ou companhia para você, procure vê-lo como Jesus Cristo o vê, coberto por sua graça”.

Encontra-se à venda em Portugal na CAPU